Follow by Email

sábado, 19 de maio de 2012

Amor Inexistente




Quando fico a sós com meus pensamentos
Eu sinto que preciso ter você ao meu lado.
Eu penso em ti, em qualquer lugar;
Como saber se isso é amar?
Um simples olhar já é o bastante
Pra me convencer a deixar de te esquecer.
Mas não posso revelar pra você
O que mais quero,
Que é estar contigo e te tocar.
Porque não é possível voltar no tempo
E tentar mudar tudo que é passado.
Mas, para mim, só resta mesmo é esperar
Que tu queiras voltar.
Nossos limites são distantes
E nós dois temos medo de perder;
E pelo brilho dos teus olhos posso compreender,
Porque seu sorriso é sincero,
E diz tudo o que nunca soubes falar.

Porque teus olhos expressam
Amor, dúvidas e mentiras?
Já não sei o que se passa
Entre nossas duas vidas.
Entender é revirar o complicado
Do avesso, do meu e do seu lado.
Daqui só vejo o que eu queria;
Mas a verdade é inexistente
A meu favor.

13 de maio de 2004.

Nenhum comentário:

Postar um comentário