Follow by Email

domingo, 28 de agosto de 2011

No Final



Eu cheguei a acreditar em mim,
Que seria uma garota normal.
Acabei me descobrindo solitária.
Não adiantam os poucos amigos
Que ainda me restam na escola;
Eu caí por isso mesmo,
Por só ter alguns conhecidos.
Eu não quero elogios, esperanças,
Nem ouvir músicas com lágrimas.
Eu tenho necessidade de ir,
Eu quero sumir.
Meu lugar nunca foi aqui,
Suportando o insuportável,
Querendo o inalcançável,
Mergulhando num mar sem fim.
Eu cansei de viver de ilusão, de solidão;
De viver só pensando como vou conseguir viver assim;
De incerteza, de humilhação;
Sendo desprezada a cada novo passo no amor;
De sorte ou azar;
De bem ou mal;
De começo e fim;
De alegria ao choro.
Não quero continuar do amor ao ódio;
Não me transforme de infeliz a uma sofredora,
Eu te suplico!

 19 de junho de 2005.

Nenhum comentário:

Postar um comentário