Follow by Email

domingo, 31 de julho de 2011

Menino Meu

Tu me alcanças num cheiro,
Transpassando o que nos é invisível.
Um toque, um beijo de amor
Está sujeito a ser meu combustível.

Brinquedo de carne e osso,
Girassol de veludo;
Forte como uma muralha
E maior do que o mundo.

Ao menino dos meus sonhos
Amor vim ofertar;
Tirei mensagens das estrelas
E poemas do luar.

Ah! O clima entre nós dá o tom,
E um beijo é o nosso som,
Das janelas se abrindo,
Desse amor invadindo.

Quero ser sua heroína,
Te dar fuga e energia
E me abrigar em ti!
Ser a ladra do meu ladrão,
E arfar com sua respiração...

23 de setembro de 2006.

Nenhum comentário:

Postar um comentário