Follow by Email

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

My November



Foram vinte e dois anos
À espreita.
Não era com frequência
Que sonhava com a palavra.
E então, ela se materializou
Diante de dois olhos mortais,
Em forma de música
Folk indie alternativa.

Era esta a esperada,
Não poderia ser outra.
O que antes era quimera,
Hoje é minha ousadia,
Quase minha definição;
Talvez até apelidada
Apropriadamente.

Prazer, Agridoce!
Posso ser suave sabor,
Como já o fiz
Apaixonado pelo meu mel.
Ou posso ser o amargar,
O gosto azedo de um sofrer
Já conhecido.
Tenho os dois lados da moeda...
O que de mim se pode obter
Cabe saber o jeito o qual você
Me lançará ao Ar.

29 de novembro de 2011.

Nenhum comentário:

Postar um comentário