Follow by Email

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Um Começo




Cresce a esperança
A cada novo encontro,
E a cada novo passo
Forma-se uma aliança,
Que pode até se fechar;
E tudo isso dependerá
De quando outro passo irei dar
E obter mais um gesto
Sem cobrança.

A esperança voltou;
Tempestade passou.
Não vou ter pressa
Em querer saber
Se é você
O que chamam de amor.

Não vou me arriscar
E não vou me esconder;
Só deixar acontecer
O que tiver que ser.

Ansiosa eu sou,
Mas não vou correr.
A estrada está vazia,
Mas ainda existem os perigos
Das imprudências do nosso ser.

E esse caminho é sem fim;
E cada curva tem seu tempo.
Eu não preciso dar nome a isto;
Não é o saber o que necessito.
Sei teu nome
E já me basta;
Já é o bastante para um começo...



09 de janeiro de 2006.

Nenhum comentário:

Postar um comentário