Follow by Email

terça-feira, 15 de março de 2011

Beijo na Boca


Beijo na boca é língua e lábios;
É a junção da atração com distração;
A surpresa da tentação com obsessão.
É calafrio e arrepio,
O delírio que traz alívio,
Sendo permitido ou proibido.



Pode ser mordido, molhado, roçado;
Selado, roubado e demorado.
Úmido, rápido e prático;
Longo ou curto é o ato.



Um beijo recíproco é explícito,
De tão espontâneo, é consecutivo.
Envolvente, ardente e quente.
A saliva da boca, no céu
De outra, tem gosto de mel.

A fissura com suplício;
Devagar ou comprido, é um vício.
Frenesi no ritmo do paraíso;
É um carinho de prazer sem juízo.

20 de agosto de 2006.

Nenhum comentário:

Postar um comentário