Follow by Email

sábado, 5 de março de 2011

O Que Se Revela


Você faz coisas que me perturbam,
Eu digo coisas que me revelam
Por completa;
Queria ser mais discreta.
Só o tempo detém o amor;
Só você percorrerá pelo meu tempo.
Uma vida imaginária que eu desenho.
Ainda discuto sobre nossa relação
Já finalizada.
Eu sou pra você uma boneca ultrapassada,
Que já não serve pra brincar.
Na verdade, não tem mais volta.

Mas, defina o nosso caso:
Foi viagem ou passeio?
Para mim foi por inteiro;
Foi subida, foi descida.
Foi golpe traiçoeiro;
Ofereci a minha vida
E em troca ganhei soluços.
Estou separada do mundo por um muro,
Mas você é meu vizinho.

29 de agosto de 2005.

Nenhum comentário:

Postar um comentário