Follow by Email

domingo, 6 de março de 2011

Pegue seus Pertences



Pegue seus pertences,
Esses dias ausentes;
Tire isso de mim,
Transforme tudo em pó.
Arranque a saudade,
Acabe com qualquer vantagem
Que ainda você possa ter sobre mim.

Leve meus anseios;
Deixe meus desejos
Para que ainda eu possa usá-los com alguém.
Mate esse amor,
Jogue fora toda minha dor;
Carregue todas as evidências,
Destrua a farsa que você montou.

Extraia minhas mágoas,
Enxugue todas as lágrimas e chuvas
Que desabaram sobre meu rosto.
Liberte meu coração;
Cale sua voz.
Afaste-me desta perseguição,
Solte minhas mãos.
Me livre de todos os rastros e indícios seus.
Limpe minha memória;
Apague o meio de nossa história.
Devolva os meus dias,
Devolva todos os beijos.

Saia de minha cabeça,
Dê o fora!
Leve até as canetas,
Até elas só escrevem sobre você.
Me dá a paz que você tirou de mim
Desde que, pela última vez,
Nossas bocas se tocaram.

21 de julho de 2005.

Nenhum comentário:

Postar um comentário